Mínimo Maravilhoso


O tempo de São Paulo tá uma coisa louca... assim na semana passada acordei e olhei pela janela e vi o tempo nublado, resolvi me arriscar e colocar um vestidinho de manga comprida... arriscar porque achei que ia passar calor... eis que o dia inteiro passou com uma temperatura estranha (?) e resolvi ir para um bar com um amigo tomar uma cerveja para refrescar e passei o maior frio a noite!!!
Bom vai entender o tempo maluco de SP...
Sai com esse vestido lindo da Meus 3 Pontos, cinto antix, sapatilha que eu usei junto com a Vânia (pois é, cada uma tem 50 sapatos e vamos trabalhar com o mesmo) e batom russian red da MAC!



"Tô a fim de me reeducar
Tanta coisa boa pra aprender
Sobre os deuses, os astros e o ar
Amar sem temer"


 


Sobre o gosto




Tinha gosto de abóbora

Isso, de abóbora e alho
A sopa que tomaram, naquela noite fria, antes da conversa definiu o gosto que sentiu quando os lábios se encontraram
Ela se dizia sincera mas talvez no fundo não fosse, assim como achava que ele não estava sendo totalmente honesto (nem com ele nem com ela)
O cheiro do beijo fez ela voltar no tempo, sentia um misto de alegria e culpa
Ele dizia que voltava a ser feliz e esquecia o sofrimento do passado
Naquela noite ele não dormiria no sofá e ela não sentiria frio na cama
Ela acordou tão cedo quanto ele para lembra-lo que estava atrasado
Ele foi embora com um brilho nos olhos e ela ficou na porta com um sorriso no rosto
Agora tinha gosto de pasta de dente

Duas semanas depois teve gosto de chiclete
Comeram um lanche no restaurante que ela sempre vai sozinha
O papo dela já não era tao interessante quanto na semana anterior
Eles discordaram de vários temas
Um silêncio incomodo rondou a mesa
Foram para a casa dela
Ela estava interessada no futuro do país
Ele estava interessado no futuro deles
Ele não dormiu direito e ela não sentiu frio
Ele acordou cedo mas ela não conseguiu levantar
Teve gosto de bafo matutino

Num domingo de manhã finalmente acordaram e saíram juntos
No caminho do metrô ainda tinha o gosto do café na boca
Ele só queria honestidade mas ela era contradição
Ele questionava demais e ela tinha um riso nervoso quando respondia
O abraço de tchau tinha o cheiro do rio

Numa segunda feira quente se encontram no bar
A frieza dele fez ela esquecer em alguns momentos que fazia 35 graus naquela noite
Ela mentiu para ele e disse que queria mais liberdade do que alguém ao seu lado
Ele disse que não conseguia confiar nela
Ela calou a boca com o gosto amargo da cerveja

Depois de noites de insônia, conversas intermináveis com os amigos e lagrimas que não paravam de brotar de seus olhos, ela tomou coragem e numa sexta chuvosa resolveu procurar ele
Percebeu que o que mais queria era alguém que andasse de bicicleta com ela aos domingos
Ela confessou o quanto sentia a falta dele
Ele disse que estava aliviado de vê-la novamente
E ela que estava cansada de há tempos só responder, perguntou se poderia ter uma nova chance
Ele disse que sim
Ela finalmente estava sendo sincera...

e dessa vez tinha gosto de empanadas.

Bookends




Achei essas fotos perdidas na minha pasta... usei essa roupa para ir na Bienal do Livro em SP (dia 30 de agosto).... nem sei porque eu vou em grandes eventos assim....  a primeira coisa que eu penso quando eu chego é: "porque eu fui inventar de vir nessa coisa mesmo?" (é sou velha!)
Resumo da Bienal: Livros com descontos bem pequenos (bem mesmo ou quase nenhum desconto, quem conhece a feirinha do final do ano da USP sabe o que é desconto de verdade), multidão, calor, eu já disse multidão e calor???
Mas é legal para quem quer saber dos lançamentos das editoras e para quem está carente e quer sentir o calor humano bem de pertinho...hahahahahahahaa
A roupa toda foram presentes que eu ganhei!! A sapatilha e a jaqueta eu ganhei da minha mãe e o vestido eu ganhei da Lily (naquele pacotão de vestidos lindos que eu ganhei dela!!!)
***
 e aí que só uma música calminha para me deixar tranquila depois de um dia tão agitado

"Time it was, and what a time it was, it was
A time of innocence, a time of confidences
Long ago, it must be, I have a photograph
Preserve your memories, they're all that's left you"



Olha Só

Saí assim num domingo não tão distante onde o frio estava dando um adeus para nós paulistanos... esse mesmo domingo em que tiveram as eleições... 
Estava com uma leve ressaquinha nesse dia, mas tenho certeza que a ressaca eleitoral na segunda-feira foi muito pior...


Tava de vestido da Pull and Bear que eu comprei na viagem (o único que eu comprei e ainda paguei caro nessa merrrda) e que encolheu muito quando eu lavei  e agora eu vou ter que emagrecer uns 5 kg para ele voltar a servir  (da hora a vida #SQN ), bota da Bottero, jaqueta que eu também comprei na viagem da Stradivarius e a coroa de flores  que eu só usei para tirar a foto, ainda não criei coragem para usar na rua da Tiger mas que a minha amiga Dany, da Landan faz umas mais lindas ainda !!!! 





"Você pode e tem o que quiser
De mim eu vou deixar de me esconder
E até esquecer que sou da geração da solidão"


Ah adoro essa música do Pélico cantada pelo Toni Ferreira!!


Flores pelo Ar

E aí que eu achei o segundo vestido mais lindo do último mês!!!
Mas antes uma foto dele:


Há uns posts atrás eu comentei da liqui (linda) da Farm que teve! Lembram?
Então um dos outros achados desse liquidação foi esse vestido que foi amor a primeira vista... tecido delícia, longo, florido, tem cara de inverno mas dá para usar no verão e com mais de 60% de desconto... ou seja perfeito!! Eu ia deixar ele separado para usar em casamentos ou formaturas, mas pensando friamente em quantas festas dessa eu vou por ano? Uma, num bom ano duas! Além disso a maioria dos meus amigos já estão casados e todos já se formaram! E me digam se não ia ser um desperdício deixar essa coisa linda no guarda roupa e levar ela para passear poucas vezes??!!
Resolvi então que ia dar outra finalidade para o "vestido deuso" (quando eu me apego a uma roupa eu batizo ela com um nome!hahaha), ia ser um vestido de sair para passear mesmo! Sendo assim fui feliz da vida com ele na Casa TPM (que foi incrível) passar um sábado lindo!



"Vim ver você dançar
Eu quase morri de saudade
Eu não aguentei, amor
Vim pra perto da fogueira
E vi você na clareira
Ai meu Deus do céu"


e agora dá play no vídeo aí embaixo e faz a dancinha junto com o gif: